Locomotivas U8B

Por: Ferreoclube   Dia: 29 de dezembro de 2017

A U8B é uma locomotiva diesel-elétrica da série Universal fabricada pela General Electric entre 1960 e 1965 seguindo as mesmas diretrizes dos modelos U5B, U6B e U10B para linhas industriais e ferrovias de países em desenvolvimento, que normalmente possuem fortes restrições de gabarito e peso. Bastante similares às U5B, diferem nas dimensões, peso e potência, possuindo 54,5 toneladas e 900HP de potência total. As características mais visíveis de distinção entre essas duas locomotivas referem se aos truques: as U5B possuem truques com barras de equalização, ao passo que as U8B os possuem equipados com molas laterais. Ainda, pode-se notar a presença de tomadas MU nas U8B para tração múltipla e maior número de venezianas no freio dinâmico e ventilação. Ao todo, foram produzidas 122 unidades, que foram vendidas para o Brasil, Colômbia, Costa Rica, Guatemala e Vietnã. Os cinco adquirentes foram as Companhias Ferrocariles Nacionales de Colombia (8 unidades de bitola 0,914m); Ferrocariles de Costa Rica  (5 unidades de bitola 1,067m); International Railway Central America (8 unidades de bitola 0,914m), Rede Ferroviária Federal S.A. (65 unidades de bitola 1,000m) e Vietnam Railway System (48 unidades de bitola 1,000m).

 

Junto com as locomotivas U5B, a RFFSA encomendou 65 unidades U8B de bitola métrica (1,000m) para incrementar seu parque de tração a diesel nas ferrovias que ainda eram dependentes da tração a vapor. Entregues no ano de 1961, foram alocadas 43 locomotivas na Leopoldina (numeradas 2101 a 2143) e as outras 22 na Leste Brasileiro (numeradas 4701 a 4722) para desempenhar todo tipo de serviço, desde subúrbios a composições de carga e passageiros de médio e longo curso. Assim como as parentes U5B, as U8B eram frequentemente transferidas entre as duas ferrovias de alocação sem as devidas documentações, e até eram frequentemente renumeradas com números de outras unidades já existentes, de modo que mais de uma locomotiva teve alguns números em alguns períodos. Somente no início da década de 1980, após a reorganização das diversas Divisões Operacionais da RFFSA em Superintendências Regionais (a 7ª Divisão-Leopoldina já havia sido renomeada Superintendência Regional nº3 e a 4ª Divisão- Leste em SR1-Recife) todas as locomotivas da antiga Leopoldina foram transferidas para a SR1 (a malha da antiga 4ª Divisão seria separada da Administração do Recife como SR7-Salvador em 1989) e definitivamente renumeradas como 2131 a 2190 (salteados).

 

Dadas as más condições financeiras da estatal no final da década de 1980 e início da década de 1990, muitas U8B foram mantidas operacionais às custas da canibalização das U10B, das quais as mais notórias peças utilizadas eram os truques que receberam das locomotivas canibalizadas, tendo em vista a baixa confiabilidade e dificuldade de manutenção de seus truques originais. Quando da desestatização da RFFSA, as Superintendências Regionais nº2-Belo Horizonte, nº7-Salvador e nº8-Campos foram assumidas pela Ferrovia Centro Atlântica S.A. em 01/09/1996, a Companhia recebeu as 25 locomotivas remanescentes da SR7 (unidades 2131, 2134, 2137, 2138, 2139, 2140, 2143, 2145, 2146, 2148, 2152, 2158, 2160, 2163, 2167, 2171, 2172, 2174, 2177, 2178, 2179, 2180, 2181, 2182 e 2188) das quais catorze (locomotivas nºs 2134, 2137, 2139, 2143, 2148, 2152, 2158, 2163, 2174, 2180, 2181, 2182 e 2188) foram devolvidas à RFFSA como inservíveis em fevereiro de 1998; a Companhia Ferroviária do Nordeste recebeu seis locomotivas (unidades 2147, 2150, 2153, 2155, 2166 e 2189), das quais todas encontram-se em condições operacionais; e por fim, cinco locomotivas ficaram em Salvador com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos – e posteriormente com a Companhia de Transportes da Bahia – que utiliza as unidades 2135 e 2190 (as demais encontram-se imobilizadas) em serviços auxiliares de manutenção e reboque dos trens suburbanos em caso de eventuais avarias.

 

Imagens:

 

Locomotiva U8B nº2179 na SR7, por Alexandre Santurian

 

Vista lateral da 2163, com truques originais, por Alexandre Santurian

 

Vista da cabine da U8B nº2163, onde pode-se notar a similaridade com o design das U5B, tendo como principal diferença a presença da tomada MU para tração múltipla. Fotografia de Alexandre Santurian, do início dos anos 1990

 

Locomotivas U5B, U8B e U10B da SR7 imobilizadas em Aramari. Clique de Alexandre Santurian, do dia 04/08/1991

 

Locomotiva nº2190 da CBTU na estação de Paripe, nos subúrbios de Salvador, fotografada no dia 10 de setembro de 2003 por Charles de Freitas

 

Unidade 2190 clicada de outro ângulo, no mesmo dia e local. Foto de Charles de Freitas. Destaque para a rara presença dos truques originais da locomotiva, visto que a maioria das U8B recebeu truques das U10B nos últimos anos da RFFSA

 

Locomotiva U10B nº2166 com um trem de serviço no ramal de acesso ao pátio do Aracapé em Caucaia, fotografada em 2012 por Silvino Neto

 

Locomotiva 2166 com uma composição de carga geral saindo do pátio do Aracapé com destino a Itapipoca. Fotografia de 2014, de Silvino Neto

 

Locomotiva 2166 com uma composição de carga geral seguindo de Caucaia para Itapipoca. Destaque para os truques de U10B instalados no lugar dos originais. Fotografia de Silvino Neto datada de 2014

 

Locomotiva U8B nº2189 em Caucaia, por Silvino Neto

 

Locomotiva U8B da CTB em obras de modernização da ponte São João, em janeiro de 2013. Fotografia institucional

 

Locomotiva nº2190 da CTB nos subúrbios de Salvador rebocando um trem-unidade durante uma pane na rede elétrica da ferrovia. Via A Tarde, 08 de abril de 2015

 

Locomotivas U8B da CTB no pátio de Calçada. Via Correio 24 horas, 04 de agosto de 2016

 

 

Fontes: Almanaque da RFFSA (http://almanaquedarffsa.blogspot.com.br); A Tarde (http://atarde.uol.com.br); Centro-Oeste (http://vfco.brazilia.jor.br); Companhia de Transportes da Bahia (http://www.ctb.ba.gov.br); Correio 24 Horas (http://www.correio24horas.com.br); Ferreoclube (http://www.ferreoclube.com.br); Railpictures (http://www.railpictures.net).

Posts Relacionados

Trem Sula Miranda

Postado em: 12 de outubro de 2018

Continuar Lendo

Estação Papari

Postado em: 24 de agosto de 2018

Continuar Lendo

Estação Santos – Imigrantes

Postado em: 27 de julho de 2018

Continuar Lendo

Automação em Ferreomodelismo

Postado em: 13 de julho de 2018

Continuar Lendo