TUE Série 101

Por: Ferreoclube   Dia: 14 de setembro de 2016

O Série 101 é um Trem-unidade elétrico fabricado em 1956 pela Budd Company para a E.F. Santos a Jundiaí, como parte do programa de eletrificação e modernização da ferrovia que apesar de iniciado pela São Paulo Railway, só foi concluído por sua sucessora E.F. Santos a Jundiaí. Esses trens foram adquiridos para a modernização dos serviços de subúrbio ao longo de todo o percurso da Santos a Jundiaí, substituindo as locomotivas a vapor 4-4-0 do parque de tração da ferrovia. Foram adquiridos após o sucesso na compra dos TUEs da English Electric, em uma compra que fechou com chave de ouro o processo de eletrificação da principal ferrovia paulista de acesso ao Porto de Santos.

 

Os Budd 101 foram os primeiros trens-unidade de aço inox do Brasil, e junto com os Séries 100 e 200 da Central, e os ACF da VFFLB, caracterizaram o início de uma nova era do transporte urbano e das linhas férreas eletrificadas nos grandes centros urbanos do País. Os trens foram fabricados pela Budd Company(detentora da patente da soldagem de aço inoxidável), e parte dos carros reboque fabricada pela Mafersa no Brasil, ao passo que os componentes elétricos foram fornecidos pela General Electric. Ao todo, foram adquiridas 30 unidades, sendo 30 carros motores(18 entregues prontos e 22 montados no Brasil); 30 carros reboque sem cabine(8 entregues prontos e 22 montados no Brasil) e 30 carros reboque com cabine(8 entregues prontos e 22 montados no Brasil).

 

As composições são formadas por um carro motor com cabine, um carro reboque sem cabine e um carro reboque com cabine(formação M-R-R), comumente utilizados sozinhos ou aos pares. A capacidade de cada composição de 3 carros é de cerca de 400 passageiros(94 sentados e 306 de pé), e peso de 110.584Kg(63.822Kg do carro motor, 40.892Kg do carro reboque sem cabine e 41.870Kg do carro reboque com cabine). Os trens vieram equipados com banheiros para as longas viagens e geradores acionados por motores a gás para manter o funcionamento do sistema elétrico em trechos não eletrificados(como Paranapiacaba-Santos, no qual eram deslocados pelos locobreques no funicular e pelas ALCo RS1 entre Raiz da Serra e Santos). Seu interior original era decorado com bancos de couro, como era comum na época, e eram confortáveis o bastante para proporcionar boas experiências aos passageiros nas viagens relativamente longas que realizavam.

 

Junto com os Gualixos, os 101 foram os únicos TUEs a operar na RFFSA- Santos a Jundiaí entre 1956 e 1976, quando foram adquiridos os trens-unidade 401 e 600, com o objetivo de suprir a crescente demanda nos subúrbios paulistanos. Durante a caótica gestão da RFFSA, sucedida pela conturbada CBTU, muitos trens terminaram perdidos em função do excessivo desgaste e manutenção incipiente. Em 1994, quando a CPTM assumiu a CBTU-SP, os TUEs da série 101 foram os primeiros encaminhados para a modernização na IESA, em Araraquara-SP, por volta do ano de 1996. Os trens foram reparados dos danos decorrentes da péssima manutenção da CBTU, receberam componentes eletrônicos novos, e tiveram como principal modificação a sua máscara e painel, ao contrário dos demais trens da companhia, cuja aparência externa praticamente não foi alterada com as modernizações. Em 2016 havia 11 unidades operacionais na CPTM, todas alocadas na Linha 7-Rubi, prestando serviços entre Luz-Francisco Morato e Francisco Mortato-Jundiaí.

 

Imagens:

image

Trem 1118 na estação Palmeiras-Barra Funda, com destino à Estação da Luz. Maio de 2016

 

image

Interior de um 1100 da CPTM

 

image

Composição 101 nas proximidades da Água Branca. Autor desconhecido

 

100frente

Vista da máscara original do TUE

 

sjbudd02

Interior original de um Budd 101

 

 

Fontes: Ferreoclube(Http://www.ferreoclube.com.br); Museu Ferroviário Paulista(Https://www.facebook.com/museuferroviariopaulista/?fref=ts); A eletrificação das ferrovias brasileiras(http://www.pell.portland.or.us/~efbrazil/electrobras.html); CPTM em Foco(Http://cptmemfoco.blogspot.com.br).

Posts Relacionados

Locomotivas RS3

Postado em: 15 de junho de 2018

Continuar Lendo

Locomotivas RS1

Postado em: 1 de junho de 2018

Continuar Lendo

E.F. Central do Brasil

Postado em: 4 de maio de 2018

Continuar Lendo

Assalto ao Trem Pagador

Postado em: 20 de abril de 2018

Continuar Lendo