Transrapid de Shanghai

Por: Ferreoclube   Dia: 11 de junho de 2016

O Transrapid é um projeto de monotrilho de alta velocidade alemão movido a levitação magnética(MagLev) patenteado em 1934. Como a tecnologia não existia na época em que foi concebido, os primeiros testes só seriam realizados em 1987, após a inauguração da primeira instalação de testes. O primeiro modelo seguro para aplicações comerciais foi desenvolvido em 1991, pela Deutsche Bahn em parceria com diversas universidades alemãs e estrangeiras.

Trem Tranrapid partindo do Aeroporto de Pudong, na China

Trem Tranrapid partindo do Aeroporto de Pudong, na China

A primeira aplicação comercial do Tranrapid  foi inaugurada em 2004 em Shanghai, pela Transrapid International, uma joint-venture da Simens AG e ThyssenKrupp. O sistema consiste em uma linha de 30Km e liga a cidade de Shanghai ao Aeroporto Internacional de Pudong. O Transrapid é um projeto altamente inovador em termos de mobilidade urbana para transporte de média distância, porém, devido aos altos custos, ainda não foi escalado para longos percursos.

 

O funcionamento do sistema consiste na propulsão por levitação magnética em altas velocidades, sendo os veículos totalmente desprovidos de rodas e eixos, contando somente com a levitação para os deslocamentos. O material rodante é particularmente muito mais caro que os trens convencionais devido à imensa quantidade e tecnologia de equipamento de bordo necessários para garantir a segurança no funcionamento.

Transrapid na estaçao de Shanghai

Transrapid na estaçao de Shanghai

Em comparação com as ferrovias convencionais, o sistema Transrapid permite velocidades comerciais incomparavelmente maiores, com baixo consumo de energia e baixos custos de manutenção. O modelo também permite maior flexibilidade nas curvas e rampas, com raios mais fechados e inclinações maiores, porém, possuem capacidade de carga bastante reduzida.

 

Por enquanto, há apenas uma linha MagLev em todo o mundo em operação comercial— o Transrapid de Shanghai. A tecnologia da indústria ferroviária atual não permite a construção desse tipo de projeto de forma economicamente viável na imensa maioria dos casos. No entanto, a empresa possui projetos de expansão de suas linhas e poderá futuramente tornar-se pioneira na concorrência com o modal aeroviário. Um projeto promissor que talvez venha a ser a maior inovação do setor ferroviário no Século XXI.

 

Estação Shanghai, um dos terminais da linha MagLev

Estação Shanghai, um dos terminais da linha MagLev

 

Inteiror do trem, com o display no teto indicando a velocidade do trem no momento em que a foto foi tirada.

Inteiror do trem, com o display no teto indicando a velocidade do trem no momento em que a foto foi tirada. Autor desconhecido.

 

 

Fontes: Ferreoclube(Http://www.ferreoclube.com.br); Shanghai Maglev Transportation(Http://www.smtdc.com/en/).

Posts Relacionados

E.F. Central do Brasil

Postado em: 4 de maio de 2018

Continuar Lendo

Assalto ao Trem Pagador

Postado em: 20 de abril de 2018

Continuar Lendo

Linha Circular da EFCB

Postado em: 23 de março de 2018

Continuar Lendo

Train à Grande Vitesse

Postado em: 9 de março de 2018

Continuar Lendo