Danske Statsbaner

Por: Ferreoclube   Dia: 27 de abril de 2016
Map

Mapa da DSB

A DSB-Danske Statsbaner é uma companhia ferroviária estatal dinamarquesa formada em 01/10/1885 a partir da fusão entre as também estatais De jysk-fynske Statsbaner and De sjællandske Statsbaner, dentre outras. A empresa é a maior do setor da Escandinávia, e é responsável pelo transporte de passageiros pela Dinamarca, atuando também na Suécia. Em contraste com outras companhias ferroviárias europeias, a DSB realiza somente transporte de passageiros, enquanto o de mercadorias é realizado por outros operadores.

 

As primeiras ferrovias na Dinamarca foram construídas por companhias privadas a partir de investimentos britânicos, e a primeira estatização ocorreu em 1867, quando foi formada a De jysk-fyenske Jernbaner, e em 1874 foi formada a De danske Statsbaner i Jylland og Fyn. Com as duas empresas, o governo dinamarquês padronizou e expandiu a malha através da aquisição das linhas de Silkeborg a Herning, e Grenaa a Aarhus, em 1881. O governo da Dinamarca também já havia eestatizado a Det sjællandske Jernbaneselskab em 01/01/1880, formando a  De sjællandske Statsbaner. Com a propriedade da maioria das ferrovias do país, a DSB foi formada em 01/10/1885 a partir da unificação de todas as empresas já estatizadas.

Estação ferroviária de København(Copenhague).

Estação ferroviária de København(Copenhague).

Com o tempo, nos anos 1880, novas linhas passaram a ser construídas e a frota renovada, sob a gestão do engenheiro mecânico Otto Busse, período em que a empresa desenvolvia suas próprias locomotivas. Após a aposentadoria de Busse, a DSB passou a comprar máquinas de outros fabricantes, principalmente alemães.

 

Nos anos 1900 foi promovida a integração da malha por todo o território dinamarquês, por meio da construção de diversas ligações, principalmente pontes, pelo relevo irregular do país, eliminando o custoso sistema de transporte de balsas. Foram eletrificadas as linhas suburbanas de Copenhagen e uso de locomotivas a diesel para substituir as antigas máquinas a vapor.

 

Coinciding with the opening of the Little Belt Bridge in 1935, DSB introduced their new express train concept known as lyntog (“lightning trains”). These diesel-powered three- and four-coach trains, having a power car at each end with a power pack identical to that of the MO railcar series, featured a then-impressive top speed of 120 km/h as well as a high level of comfort, and they proved themselves DSB’s most commercially successful initiative of the 1930s.

Locomotiva 1112 no Danish Railway Museum.

Locomotiva 1112 no Danish Railway Museum.

A DSB oferece diversos tipos de trens para atender às demandas de seus passageiros, sendo o principal serviço o S-Train, para o atendimento da região metropolitana de Copenhagen. Dadas as relativamente pequenas dimensões do país e proximidade entre as cidades, predominam os trens regionais. Os serviços são os seguintes:

 

RØ- Trens Regionais

IR- Inter-regionais

IC- Intermunicipais

L- InterCityLyn(Expressos intermunicipais)

IL- InterCityLyn Nonstop(Expressos intermunicipais de ligação direta)

EC- EuroCity

S- Trens urbanos

Logo da DSB

Logo da DSB

Durante a Segunda Guerra a DSB, devido a falta de verbas e queda na receita, ficou ultrapassada e com grande carência de materiais, principalmente trens novos, o que levou a companhia a buscar novos fornecedores, como a EMD e Henschel para compra de material rodante. Somente nos anos 1960, que a companhia voltaria a crescer, com a utilização de diversas novas tecnologias da época, como novos sistemas de sinalização e controles. Em 1972, com a comemoração dos 125 anos da indústria ferroviária dinamarquesa, a empresa introduziu uma nova identidade visual, feita pelo arquiteto Jens Nielsen, inspirada na British Railways e Canadian National, com a utilização do vermelho como cor dominante, como é comum em muitas companhias ferroviárias ao redor do mundo.

 

Ao todo, a DSB possui cerca de 2.600Km de linhas de bitola Standard, 547 estações, e emprega cerca de 9000 funcionários em suas operações, mais os serviços indiretos. A empresa é muito bem avaliada pela população e turistas que utilizam seus serviços, e classificada como um dos melhores modos de se viajar e conhecer a Dinamarca.

Imagens:

 

Trem S-Bahn em Copenhague

Trem S-Bahn em Copenhague

 

Trem IC3, muito utilizado em serviços regionais

Trem IC3, muito utilizado em serviços regionais

 

Locomotiva a vapor PR908 preservada da DSB.

Locomotiva a vapor PR908 preservada da DSB

 

Composição de locomotiva e carros em Rødovre

Composição de locomotiva e carros em Rødovre

 

Trem S-Bahn de 1978.

Trem S-Bahn de 1978.

 

 

Fontes: Ferreoclube(Http://www.ferreoclube.com.br); DSB(Http://www.dsb.dk).

 

 

Posts Relacionados

E.F. Central do Brasil

Postado em: 4 de maio de 2018

Continuar Lendo

Assalto ao Trem Pagador

Postado em: 20 de abril de 2018

Continuar Lendo

Linha Circular da EFCB

Postado em: 23 de março de 2018

Continuar Lendo

Train à Grande Vitesse

Postado em: 9 de março de 2018

Continuar Lendo