ABPF- Associação Brasileira da Preservação Ferroviária

Por: Ferreoclube   Dia: 23 de março de 2016
A ABPF-Associação Brasileira da Preservação Ferroviária é uma associação fundada em 1977 pelo francês Patrick Henri Ferdinand Dollinger e amigos interessados para a preservação histórica das ferrovias no Brasil.

Lendária locomotiva a vapor #215 da RMV, preservada pela Associação e apelidada Patrick Dollinger, em homenagem a seu fundador.

A Associação nasceu com o intuito da preservação das locomotivas a vapor brasileiras, que na época, estavam sendo abandonadas pela RFFSA, com pouca ou nenhuma preservação.

 

Patrick chegou ao Brasil em 1966 (período de transição da tração a vapor para a diesel) e, preocupado com o abandono da história ferroviária brasileira, resolveu criar uma entidade de preservação nos moldes das existentes na Europa e Estados Unidos. Para contatar pessoas com o mesmo interesse, ele publicou em fevereiro de 1977 um pequeno anúncio no jornal “O Estado de São Paulo” que dizia o seguinte:

 

‘’Locomotivas a vapor: Com a finalidade de iniciar uma associação, tendo como interesse principal a preservação, restauração e operação de locomotivas a vapor e assuntos ferroviários em geral, procuro pessoas interessadas neste hobby, muito popular na Europa e nos Estados Unidos.

Escrever para Patrick Dollinger, CP 2778, CEP 01000, São Paulo; ou telefone 32-0579 noite 853-4728.”
 Locomotivas ALCo RSD-8 #905 da CPEF e a RMV #215 Patrick Dollinger preservadas pela ABPF. Foto de Vanderlei Antonio Zago


Locomotivas ALCo RSD-8 #905 da CPEF e a RMV #215 Patrick Dollinger preservadas pela ABPF. Foto de Vanderlei Antonio Zago

Depois de um levantamento de trechos desativados no Estado de São Paulo, Patrick optou pela antiga linha tronco da Mogiana, entre Anhumas-SP e Jaguariúna-SP. Em 1979, a Fepasa atendeu ao apelo da ABPF e cedeu em contrato esse trecho de 24Km. Ali foi realizado um trabalho árduo de restauração das estações, via permanente, locomotivas a vapor, carros de passageiros e vagões. Assim, em setembro de 1984, a ABPF criou o primeiro Museu Dinâmico Ferroviário do Brasil, denominado VFCJ- Viação Férrea Campinas Jaguariúna. Infelizmente, Patrick Dollinger não viu seu sonho ser realizado por completo. Ele faleceu em um acidente de carro em 17/07/1986.

A ABPF teve papel fundamental na preservação da ‘’Bitolinha’’, o último trecho operacional remanescente da finada EFOM, que liga as cidades históricas de São João Del Rey e Tiradentes, no início dos anos 1980. Naquela época chegou a ser cogitada a criação da Regional Oeste de Minas, ideia que não se concretizou.
A ABPF é composta de uma Diretoria Nacional, sediada em Campinas, Regionais e diversos Núcleos espalhados pelo Brasil.
A Associação possui a mais famosa ferrovia turística do Brasil, a VFCJ- Viação Férrea Campinas Jaguariúna, que recebe visitantes do mundo inteiro, e pela riqueza de seu material e qualidade de serviços, tornou-se referência nacional da preservação ferroviária.
Em trechos partilhados há os passeios entre Rio Negrinho e Rio Natal(ABPF-SC) e Museu do Imigrante-Paranapiacaba(ABPF-SP).

Outros grandes projetos da ABPF são a EFSC- Estrada de Ferro Santa Catarina, mantida pela ABPF-SC(ABPF-Santa Catarina) com a rota turística de Apiúna a Subida e as rotas São Lourenço-Soledade de Minas e Passa Quatro-Manacá, mantidas pela ABPF-SM(ABPF Sul de Minas).Em trechos partilhados há os passeios entre Rio Negrinho e Rio Natal(ABPF-SC) e Museu do Imigrante-Paranapiacaba(ABPF-SP).

A ABPF é a maior e mais influente associação de preservação ferroviária de todo o Brasil, com uma frota de mais de 300 locomotivas, carros e vagões de diversas companhias ferroviárias, como a EFS(Estrada de Ferro Sorocabana), CPEF(Companhia Paulista das Estradas de Ferro), CMEF(Companhia Mogiana das Estradas de Ferro), RMV(Rede Mineira de Viação) e outras.
Com o tempo também foi adicionando locomotivas a diesel em sua frota, como a GE 70T ex-CMEF, ALCo RSD-12 da ALL, que receberá a pintura da CPEF,
Atividades de preservação na ABPF-SC

Atividades de preservação na ABPF-SC

Diretoria atual(2014-2015):
Diretor-presidente: Jorge Luiz Sanches
Diretor-vice-presidente: Marlon Ilg
Diretor Secretário: Bruno Crivelari Sanches
Diretor de Patrimônio Histórico: Carlos Alberto Rollo
Primeiro Tesoureiro: Maurício Polli
Segundo Tesoureiro: James Ilg

 

Conselho Fiscal: Hélio Gazeta Filho, Luiz Carlos Henkels, Otavio Georg Júnior, Ivo Arias(suplente)
Fontes: ABPF(Http://www.abpf.org.br).

Posts Relacionados

Estação Santos – Imigrantes

Postado em: 27 de julho de 2018

Continuar Lendo

Automação em Ferreomodelismo

Postado em: 13 de julho de 2018

Continuar Lendo

Locomotivas FA1

Postado em: 29 de junho de 2018

Continuar Lendo

Locomotivas RS3

Postado em: 15 de junho de 2018

Continuar Lendo