MRS Logística S.A.

Por: Ferreoclube   Dia: 22 de março de 2016

A MRS S.A.- Malha Regional Sudeste Logística S.A. é uma companhia ferroviária dedicada ao transporte de cargas criada em agosto de 1996, iniciando suas operações em 01/12/1996, após a obtenção dos direitos adquiridos pelo Consórcio MRS Logística, através do leilão realizado em 20 de setembro de 1996, na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro pelo valor de R$888 milhões.

À direita: Mapa de operações da MRS.

A MRS opera as Superintendências Regionais nº3 e nº4 da antiga RFFSA, que compreendem os trechos da antiga E.F. Central do Brazil, São Paulo Railway, Ferrovia do Aço, além de possuir joint-ventures e acordos comerciais para operações no interior de São Paulo, utilizando os corredores de exportação da antiga Companhia Paulista em parceria com a ALL(hoje Rumo Logística). Também opera por partilha na malha da CPTM e Supervia, nos horários de vale das companhias.

À esquerda: João Rodrigues e a locomotiva U23CA #3627-0 da MRS em Campinas.
Suas linhas atendem à mais desenvolvida e industrializada região do País, interligando as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, passando pelo Vale do Paraíba, Quadrilátero Ferrífero e Sul de Minas, atendendo a dezenas de indústrias instaladas na região, bem como importantes portos como Santos, Paranaguá, Itaguaí e Terminal Ilha Guaíba.

O controle acionário da empresa é dividido da seguinte forma: Gerdau- 2,37%; Usiminas- 19,92%; Vale S.A.- 19,26%; CSN- 27,83%; MBR- 20,00%; enquanto outros acionistas detêm os 10,62% restantes.

 

Trem de carga MRS próximo à estação Tamanduateí da CPTM.
A MRS Logística é conhecida por seu eficaz programa de modernização que em poucos anos transformou a obsoleta malha com material rodante precário em uma das redes ferroviárias mais modernas do Brasil, que hoje conta com material rodante moderno e em bom estado operacional, vias permanentes bem assentadas e retificadas, permitindo o tráfego de composições pesadas e em maiores velocidades, além da reabertura de antigos ramais deficitários e construções de outros projetos viários, como o Ferroanel de São Paulo e ligação da Ferrovia do Aço em Jundiaí, que permitirá uma integração mais rápida entre São Paulo e Belo Horizonte.

A frota da MRS é constituída por 900 locomotivas e 15.000 vagões, mais autos de linha e carros de serviços de manutenção. Sua malha tem 1.600Km de trilhos, mais os 450Km operados em joint-venture com outras empresas. Todo o material e vias são de bitola larga(1,600m). A sede empresarial da  companhia e CCO ficam em Juiz de Fora-MG, mesma cidade onde era sediada a RFFSA.

Modelos de locomotivas AC44i(esquerda) e U23CA(direita) da MRS em escala HO.
A pintura do material rodante MRS até hoje só possui uma fase, que é a pintura azul e amarela com a sigla MRS escrita cada letra em um triângulo amarelo. As cores são uma alusão à antecessora EFCB que usava um padrão similar azul e amarelo nas suas locomotivas.

A MRS Logística é a companhia ferroviária nacionais mais popular entre os ferreomodelistas, devido à boa qualidade e diversidade de seu material rodante, eficiência operacional e grande geração de empregos e riqueza na região em que atua(a empresa possui mais de 5.500 colaboradores) como também pelo fato de boa parte dos ferreomodelistas brasileiros se concentrar na região de atuação da mesma. De sua frota ferroviária, encontram-se disponíveis no mercado, tanto de fabricação industrial como artesanal todos os modelos de veículos da companhia em escalas HO e N.Fontes: Arquivo Ferreoclube(Http://www.ferreoclube.com.br); (Http://www.facebook.com/Ferreoclube); MRS Logística(Http://www.mrs.com.br).

Posts Relacionados

Trem Sula Miranda

Postado em: 12 de outubro de 2018

Continuar Lendo

Estação Papari

Postado em: 24 de agosto de 2018

Continuar Lendo

Estação Santos – Imigrantes

Postado em: 27 de julho de 2018

Continuar Lendo

Automação em Ferreomodelismo

Postado em: 13 de julho de 2018

Continuar Lendo