Metropolitano de Teresina

Por: Ferreoclube   Dia: 26 de novembro de 2015

Mapa do Metropolitano de Teresina

O Metropolitano de Teresina, popularmente conhecido como Metrô de Teresina, é um sistema metroferroviário que atende à cidade de Teresina, capital do Piauí.

O projeto do Metrô de Teresina surgiu na década de 1980, com o objetivo de desafogar o caótico trânsito da cidade de Teresina, cidade desprovida de qualquer rede de transporte coletivo eficiente. O projeto original, realizado pela Empresa Brasileira de Transportes Urbanos, previa a construção de oito estações e o rebaixamento de 16Km de vias, e previa um movimento de 30 mil pessoas por dia, demanda que até hoje não foi atingida.
Para redução de custo, devido à falta de verbas, o projeto restaurou e aproveitou ao máximo a linha férrea que corta Teresina, comprou trens a diesel usados cedidos pela RFFSA, que já haviam operado no Rio Grande do Sul, e manteve a bitola métrica na qual as vias já haviam sido construídas.

Composição do Metropolitano de Teresina na estação Eng. Alberto Silva

Sua única linha possui nove estações e 13,5Km de extensão, e por ela são transportados cerca de 15.000 usuários por dia. Os trens usados são TUDHs(Trens Unidade Diesel Hidráulicos) Gans Mávag de fabricação húngara, o famoso Trem Húngaro de outrora da RFFSA. Após tantos anos de serviço, foram reformados para servir ao atendimento metropolitano. O Metropolitano de Teresina conta com 4 unidades operacionais, e comumente são vistas duas operando todos os dias. Há um pátio de cruzamento ao longo da via para que as composições possam percorrer todo o traçado sem problemas.

As obras, iniciadas em 1988, foram entregues em 1990, ao custo de US$77 milhões(cerca de 3,5 vezes o orçamento previsto), e o serviço entrou em operação comercial em janeiro de 1991. Por ainda não possuir uma estação no centro da cidade e não haver terminais de ônibus em suas estações, a demanda diária não passava dos 5.000 usuários diários. Contudo, com a inauguração da estação Bandeira no centro de Teresina, a demanda chegou aos 8.000 passageiros diários em 2013(Para comparação, o sistema de ônibus de Teresina atende 225.000 usuários diariamente). O Metrô de Teresina ainda não atende nenhum shopping principal(com exceção do Shopping da Cidade, que na verdade é um camelô), o estádio de futebol, a rodoviária ou o aeroporto.

Trem do Metrô de Teresina, antes pertencente à RFFSA, modificado para o serviço de transporte urbano

 

Em março de 2008, foi anunciado que a gestão do metropolitano seria passada da CMTP para a CBTU, que opera o sistema desde então. O sistema tem pouca perspectiva para o futuro, devido à suas baixas demanda e receita, e traçado improvisado, que não atende às áreas mais movimentadas da cidade.
O horário de operação do Metropolitano de Teresina é de segunda a sábado, das 6h às 19h. A tarifa é das mais baratas do Brasil, custando R$0,80.

O Metrô de Teresina é praticamente desconhecido no Ferreomodelismo, e não há modelos de seus trens no mercado.

 

 

Fontes: Arquivo Ferreoclube(Http://www.ferreoclube.com.br); (Http://www.facebook.com/Ferreoclube); ABPF(Http://www.abpf.org.br); Gamaquetes(Http://www.gamaquetes.blogspot.com.br); VFCO(Http://www.brazilia.jor.br).

 

Posts Relacionados

Trem Sula Miranda

Postado em: 12 de outubro de 2018

Continuar Lendo

Estação Papari

Postado em: 24 de agosto de 2018

Continuar Lendo

Estação Santos – Imigrantes

Postado em: 27 de julho de 2018

Continuar Lendo

Automação em Ferreomodelismo

Postado em: 13 de julho de 2018

Continuar Lendo