Companhia do Metropolitano de São Paulo- Metrô

Por: Ferreoclube   Dia: 20 de novembro de 2015

Mapa do Metrô de São Paulo(com as linhas 7, 8, 9, 10, 11 e 12 da CPTM incluídas) e as Linhas 5 e 15 quando prontas.

A CMSP- Companhia do Metropolitano de São Paulo é a companhia ferroviária responsável pelo planejamento, construção e operação das linhas metroviárias que servem à cidade de São Paulo. O Metropolitano de São Paulo foi fundado em 24 de abril de 1968, e iniciou suas operações em 14 de setembro de 1974. É uma empresa de capital misto, sendo o Governo do Estado de São Paulo o seu maior acionista, e vinculada à Secretaria de Transportes do Estado de São Paulo. É o maior e mais movimentado metrô da América Latina, e de longe o maior e mais movimentado do Brasil, visto que as demais empresas metroviárias do País são bem menores, e em muitos casos, muito mais novas.

O Metrô de São Paulo possui atualmente 6 linhas em operação, e mais em projeto. Suas linhas estão listadas a seguir:Linha 1- Azul

Linha 2- Verde
Linha 3- Vermelha
Linha 4- Amarela
Linha 5- Lilás
Linha 6- Laranja
Linha 15- Prata
Linha 17- Ouro
Linha 18- Bronze
Linha 19- Rosa
Linha 20- Celeste

Logotipo da companhia

Linha 1- Azul: É a primeira e mais antiga linha do Metrô de São Paulo. Foi aberta em 1974. Conta com 23 estações, e conexões com as Linhas 2, 3, 4 do Metrô e as Linhas 7, 10 e 11 da CPTM. Compreende o trecho Jabaquara-Tucuruvi.Linha 2- Verde: Inicialmente aberta como um ramal da Linha 1, está em operação desde Possui 14 estações, e conexões com as Linhas 1, 4 e 15 do Metrô de SP. Há uma extensão planejada da linha para chegar até a Penha, onde haverá a conexão com a Linha 3. Compreende o trecho Vila Prudente-Vila Madalena.

Linha 3- Vermelha:     Compreende o trecho Corinthians Itaquera-Palmeiras Barra Funda.
Linha 4- Amarela: Primeira PPP do Metrô de São Paulo, é operada pela empresa pr
ivada ViaQuatro, subsidiária do CCR. É uma das mais modernas do País. Está em operação desde maio de 2010. Possui 11 estações, 4 das quais ainda estão em obras. Compreende o trecho Luz-Vila Sônia.

Linha 5- Lilás: Projetada pela Fepasa como Ramal Campo Limpo e construída pela CPTM em 2001, foi repassada ao Metrô de São Paulo em 2002. O Metrô de SP projetou uma extensão da linha até a estação Chácara Klabin, onde integrar-se-á com a Linha 2. Possui 16 estações, sendo 7 operacionais e 9 em obras. Atualmente sua única conexão é com a Linha 9- Esmeralda da CPTM. Quando completa, possuirá conexões com as Linhas 1, 2 e 17 do Metrô de SP e a Linha 9 da CPTM. Compreende o trecho Chácara Klabin-Capão Redondo.Linha 6- Laranja: A Linha 6 ainda não está em operação. Atualmente em construção, seu projeto compreende o trecho Móoca-Freguesia do Ó. Quando completa, possuirá conexões com as Linhas 1 e 4 do Metrô de SP e Linhas 7, 8 e 10 da CPTM. Possuirá 10 estações quando completa.

Linha 15- Prata: A Linha 15 é o primeiro monotrilho a ser operado pelo Metrô de São Paulo. Atualmente o único trecho operacional é Vila Prudente-Oratório. Possuirá 18 estações quando completa. Compreende o trecho entre Hospital Cidade Tiradentes-Ipiranga.Linha 17- Ouro: A Linha 17 ainda não está em operação. Atualmente em obras, compreende o trecho Jabaquara-Morumbi. Possuirá conexões com as Linhas 1, 4 e 5 do Metrô de SP e com a Linha 9 da CPTM. Quando aberta, será a segunda linha de monotrilho operada pelo Metrô de SP e a segunda da cidade.

Linha 18- Bronze: A Linha 18 ainda não está em operação nem em obras. Atenderá a região do ABC Paulista.
Linha 19- Rosa: A Linha 19 ainda não está em operação nem em obras.
Linha 20- Celeste: A Linha 20 ainda não está em operação nem em obras.

Estação da Luz, na qual passam as Linhas 1 e 4 do Metrô de SP, e as Linhas 7, 10(até 2010) e 11 da CPTM.

 

O Metrô de São Paulo possui integração gratuita com a CPTM nas estações Luz, Pinheiros, Santo Amaro, Barra Funda, Brás, Tatuapé e Tamanduateí, e integração tarifada na estação Itaquera. Sua tarifa é R$3,50; mesmo valor da tarifa da CPTM.A rede metroviária de 85Km ainda não atende toda a cidade de São Paulo. O Metrô de São Paulo é conhecido por ser o mais lotado do mundo, devido à lenta expansão de sua rede, insuficiente para atender à crescente demanda.

A empresa atualmente transporta diariamente cerca de 5 milhões de passageiros, de longe a maior movimentação em seu setor do Brasil. Espera-se que o problema da superlotação seja resolvido no longo prazo, o que também está provando ser muito difícil, devido à lentidão da execução das obras de expansão e a crescente movimentação de passageiros com a expansão da malha.

 

Estação Fradique Coutinho(FRA) da Linha 4-Amarela, operada pela empresa ViaQuatro.

A companhia já foi criticada várias vezes por sua lentidão na expansão da rede, escândalos de corrupção envolvendo a compra de alguns trens e sobre o valor das passagens(atualmente R$3,50), considerados excessivamente caros em relação aos serviços oferecidos.
Contudo, a popularidade e avaliação de qualidade do Metrô de São Paulo é muito elevada, suas obras seguem em um ritmo bastante elevado, comparado com o resto do País, e sua eficiência em condições operacionais tão difíceis é firmemente garantida com sua tecnologia metroferroviária de ponta, que coloca o Metropolitano de São Paulo em uma posição elevada em padrões mundiais.

Imagens: 

Trens do Metropolitano de São Paulo no Pátio Itaquera

 

Composição E02 na Linha 2-Verde, alinhando na estação Sumaré

 

CCO-Centro de Controle Operacional do Paraíso, sede administrativa e operacional da empresa

 

 

Fontes: Arquivo Ferreoclube(Http://www.ferreoclube.com.br); (Http://www.facebook.com/Ferreoclube); Companhia do Metropolitano de São Paulo(Http://www.metro.sp.gov.br), ViaQuatro(Http://www.viaquatro.com.br).

Posts Relacionados

Trem Sula Miranda

Postado em: 12 de outubro de 2018

Continuar Lendo

Estação Papari

Postado em: 24 de agosto de 2018

Continuar Lendo

Estação Santos – Imigrantes

Postado em: 27 de julho de 2018

Continuar Lendo

Automação em Ferreomodelismo

Postado em: 13 de julho de 2018

Continuar Lendo