TIM- Trem Intra Metropolitano

Por: Ferreoclube   Dia: 29 de agosto de 2015
O TIM-Trem Intra Metropolitano foi um projeto de trem regional urbano criado pela Fepasa em julho de 1990 para atender à região da Baixada Santista. A única linha(Samaritá-Ana Costa) possuía 5 estações, 16Km de extensão e era de via singela, havendo uma única duplicação para o cruzamento dos trens. Contudo, raramente eram utilizadas duas composições, sendo o mais comum, devido à baixa demanda da linha e seu curto percurso, haver um único trem em circulação. O TIM é conhecido por ter sido um dos últimos projetos da Fepasa em seus anos finais, de completa decadência e crise antes de seu fim, em 1998.
À direita: TIM na Baixada Santista.
A Frota destinada ao projeto do TIM era composta de 9 TUEs Série 4800 da Fepasa modificados para Série 5900 e 3 locomotivas ALCo RSD-8, todos de bitola métrica. Contudo, a baixa demanda da linha na época, somada à crise financeira desgastante da Fepasa em seus últimos anos levaram rapidamente à desativação da maior parte do material. As locomotivas eram utilizadas para rebocar os TUEs, devido à ausência de rede aérea na região, ao desinteresse e incapacidade da Fepasa de instalar uma rede aérea na Linha, em um período de desativação da rede aérea da maior parte da empresa devido aos gastos e perdas com roubos de fios e à falta de verba da empresa para comprar material rodante mais adequado.
Os trens receberam uma modificação especial para o maquinista poder operá-los da cabine do TUE do lado oposto à locomotiva, visto que não haveria como conduzir os trens no percurso inverso, bem como o espaço de manobras para passar a locomotiva para o outro lado da composição. Contudo, os trens não possuíam as mínimas condições de operação, e transpareciam muito a forte decadência da Fepasa.
As estações da Linha Samaritá-Ana Costa(Indo de Santos a São Vicente) eram as seguintes:
Samaritá
Doutor Alarico
Vila Margarida
São Vicente
Ana Costa

O Em 1994, com o repasse da malha suburbana da Fepasa para a CPTM, o TIM também passou à administração CPTM, que passou a realizar a devida manutenção na frota. Contudo, os grandes prejuízos e pouca movimentação da linha levaram a Companhia a desativar o Trem Intra Metropolitano em julho de 1999.

Locomotiva RSD-8 da Fepasa utilizada para tracionar a composição 5900, visto que não havia rede aérea para o TUE modificado.
A Linha do TIM passou a ser usada pela ALL para o transporte de cargas, devido ao fácil acesso ao Porto de Santos. Contudo, foi desativada em 2008 com a construção de um novo acesso ferroviário ao Porto, e os trens de carga deixaram de percorrer a região central da cidade.

Estação Ana Costa do projeto TIM.
Uma década depois da sua desativação, foi anunciado o projeto do SIM- Sistema Integrado Metropolitano da EMTU, popularmente conhecido como VLT de Santos, que contará com veículos muito mais modernos, novas linhas e reativação da antiga linha do TIM, que também será modernizada. As obras do SIM iniciaram-se em 2011. A nova rede contará com mais de 20Km de linhas e certamente atenderá muito melhor à Região Metropolitana da Baixada Santista.

O SIM já encontra-se em operação parcial e deverá entrar em operação integral(algumas linhas) em 2016. Contudo, sua data de conclusão ainda não está definida.Fontes: Arquivo Ferreoclube(Http://www.ferreoclube.com.br); (Http://www.facebook.com/Ferreoclube); Blog Ferrovias do Brasil(https://ferroviasdobrasil.wordpress.com); Blog Estações Ferroviárias do Brasil(http://www.estacoesferroviarias.com.br).

Posts Relacionados

Estação Santos – Imigrantes

Postado em: 27 de julho de 2018

Continuar Lendo

Locomotivas FA1

Postado em: 29 de junho de 2018

Continuar Lendo

Locomotivas RS3

Postado em: 15 de junho de 2018

Continuar Lendo

Locomotivas RS1

Postado em: 1 de junho de 2018

Continuar Lendo